Quebra na safra e menor área indicam alta consistente dos preços em 2024

Por: IBRAFE,

1 de dezembro de 2023

Responsive image

A semana registrou um bom volume de negócios e preços estáveis. Muitos corretores e cerealistas da região produtora de São Paulo nunca testemunharam uma safra ser vendida tão rapidamente e a preços razoáveis. Quem acompanha diariamente o mercado de Feijão já sabe que, somada à diminuição da área em relação ao ano passado, haverá perda de produtividade em vários locais.

O Paraná, que seria responsável por fornecer todo o Feijão-preto consumido até abril/maio do próximo ano, terá uma considerável diminuição de produtividade, oficialmente avaliada pela SEAB do estado em 10%, conforme a planilha abaixo. Assim, a produção das lavouras plantadas este ano e que serão colhidas entre dezembro de 2023 e abril de 2024 não será suficiente para atender à demanda de cerca de 1091 mil toneladas. A estimativa de produção ainda irá diminuir, mas hoje ela não passaria de...

Mais
Boletins

Qual o impacto de 3,33 milhões de t de Feijão?
14/06/2024

Produtor não aceita baixar
13/06/2024

Precisamos planejar produção e consumo de Feijões
12/06/2024

Produção do Paraná terá quebra considerável
11/06/2024

Mercado com menor oferta nas fontes
10/06/2024