Feriado foi dia de negócios para os Feijões

Por: IBRAFE,

16 de novembro de 2023

Responsive image

O que seria do abastecimento de Feijão brasileiro se não fosse a irrigação? Certamente, o Feijão estaria o dobro do preço se não fosse o investimento que os produtores, consultores e indústrias fazem para usar com sabedoria um recurso tão importante que é a água. Se houvesse maior área irrigada, certamente diversos alimentos poderiam, através de aumento de produtividade, chegar ainda mais barato aos consumidores. Mas há pouca informação para os consumidores para desmistificar o receio de que a irrigação desapareça com a água, quando ela na verdade toma emprestado e devolve. Todos, de uma forma ou de outra, irrigam: um vaso com plantas, um jardim, o grão de Feijão no algodão na escola. Atualmente, o abastecimento de 100% do Feijão-carioca novo que está chegando nos supermercados é irrigado. Os empacotadores percebem como o Feijão vende mais facilmente neste período, um dos motivos é a qualidade do produto. Tanto é assim que, rapidamente, o Feijão de melhor qualidade no interior do estado de São Paulo alcançou ontem R$ 282 em um lote, com prazo de 30 dias. Em pleno feriado vários negócios acontecera; O valor desta venda,  ainda não é referência definitiva, mas a tendência está clara. Quem espera ou aposta em preços mais baixos vai se convencendo de que as chances são cada vez mais remotas. Os produtores que têm produto em mãos sabem que...

Mais
Boletins

Preço mínimo do Feijão desestimula o plantio
17/07/2024

Produtores buscam compradores
16/07/2024

Mercado segue com acelera e freia
15/07/2024

CONAB superestima a safra de Feijão deste ano
12/07/2024

Depois de uma terça-feira agitada voltou a calma no mercado
11/07/2024