Previsão meteorológica afeta produção de Pulses em diversas regiões

Por: Pulse POD,

11 de junho de 2024

Responsive image

Índia

As monções do sudoeste chegaram mais cedo em Kerala, beneficiando as culturas Kharif e Rabi. O Departamento Meteorológico da Índia (IMD) prevê chuvas acima do normal na Zona Central das Monções, que abriga a maioria das culturas agrícolas dependentes da chuva. De acordo com uma atualização da Associação de Leguminosas e Grãos da Índia (IPGA) em 30 de maio, a monção já avançou pela maior parte do nordeste da Índia, dois dias antes da data prevista e seis dias antes da data normal.

Austrália

As colheitas na Austrália Ocidental receberam chuvas significativas, beneficiando as culturas já plantadas. Chuvas também começaram a cair no sul da Austrália e em Victoria, com previsão de chegarem a Nova Gales do Sul no fim de semana. Segundo a ABARES, espera-se chuvas generalizadas entre junho e agosto em muitas regiões agrícolas, com uma probabilidade de 40-75% de chuvas acima da média. Isso deverá apoiar o crescimento e estabelecimento das culturas de inverno, mantendo previsões de rendimentos acima da média.

Rússia e Ucrânia

Relatórios indicam geadas severas em Samara, Saratov e Sibéria, as piores em mais de cem anos, afetando as culturas de lentilhas. A extensão dos danos ainda é incerta. A região sul da Rússia e o leste da Ucrânia estão vulneráveis a cortes de produção se não houver chuvas significativas nas próximas semanas. Embora as previsões indiquem chuvas iminentes, as altas temperaturas podem reduzir seu impacto positivo. O USDA relata chuvas acumuladas em apenas 33% e 29% do normal nos Oblasts de Saratov e Rostov.

Canadá

O sul de Manitoba registrou fortes chuvas e neve na semana passada, preparando o solo para o plantio de Feijão seco e ervilhas. O relatório da Manitoba Agriculture mostrou chuvas significativas, especialmente na região Central. Alberta também teve uma semana de chuvas, com relatos de neve e granizo. A umidade do solo em Alberta foi classificada entre boa e excelente, acima das médias de 5 e 10 anos.

Argentina

As regiões produtoras de Feijão na Argentina enfrentaram geadas inesperadas, agravando um ciclo já difícil marcado por seca severa. Ivan Martin, da Alimar, relatou temperaturas de -3°C em 28 de maio, cobrindo a vegetação com uma camada de geada. A extensão dos danos ainda não é clara, sendo necessária a colheita para uma avaliação completa. As temperaturas devem melhorar na próxima semana, com mínimas acima de 7°C entre 30 de maio e 5 de junho.

Esta atualização destaca os desafios e oportunidades para os produtores de leguminosas nas principais regiões agrícolas do mundo, afetados por variabilidades climáticas significativas.

Com informações de Pulse POD

https://pulsepod.globalpulses.com/pod-feed/post/weather-update-on-main-pulse-producing-regions-pulse-atlas-may-30-2024

Mais
Notícias

Canarana teria se tornado o maior produtor mundial de gergelim
19/07/2024

Pato Branco/PR plantou menos área de milho e mais Feijão, mas produtividade do cereal foi maior do que a do grão
19/07/2024