Feijão-carioca com queda de preço durante a semana

Por: IBRAFE,

5 de julho de 2024

Responsive image
Menor volume de negócios já começa a afetar os preços pagos aos produtores irrigantes. Típico do mês de julho, a entrada de Feijão nota 9 ou melhor de escurecimento lento em 2022 significou, ao longo do mês de julho, desvalorização de 4,73%. Em 2023, essa desvalorização foi de 5,68%. Será que essa tendência se repetirá? Todos esperam que sim. Ontem mesmo, nas negociações, houve baixas de 3,17% em relação ao primeiro dia desta semana. No entanto, a cada ano, fatores acabam influenciando, como a disponibilidade de Feijões comerciais com maior abundância, bem como quando o Feijão-preto tem cotações abaixo do Feijão-carioca. Vamos ponderar sobre a situação deste ano. 
 
Até agora e não deverá mudar no curto prazo, temos o Feijão-preto com preço mais elevado do que o Feijão-carioca. Apesar de a colheita da safra do Paraná ter acabado, ainda há Feijões comerciais sendo negociados diariamente. Portanto, estrategicamente, agora é hora do...

Mais
Boletins

Semana começa com queda de preços nas fontes
23/07/2024

Produtores armazenam olhando para o final do ano
22/07/2024

Goianos dão um basta
19/07/2024

Perdas em São Paulo não impedem recuo nos preços do Feijão-carioca
18/07/2024

Preço mínimo do Feijão desestimula o plantio
17/07/2024